Está voltando!

Aguarde novo conteúdo.
Em Julho!
Blog em reforma

segunda-feira, dezembro 15, 2014

Desafiando temas: céu


   Numa das casas daquela rua, havia um pai usuário de drogas e uma mãe que bebia, com isso, três crianças sofriam.
   Numa das casas daquela rua, havia um mãe cega pelo diabetes, morando com seu filho de doze anos que fazia o papel de pai de sua mãe.
   Numa das casas daquela rua, havia uma menininha morando com sua avó que sempre ameaçava abandonar a neta no meio da rua.
   Numa das casas daquela rua, havia duas crianças que viviam a falta da mãe, sendo cuidadas por seu pai que todos os dias chorava pelo abandono da mulher que deixará ele e seus dois filhos, desamparados, para fugir com um malandro qualquer.
   Mas nessa rua, sete crianças se encontravam ao pôr do sol, sentavam na beira do penhasco, e não tinham medo de cair, olhavam para o céu caladas, presenciando mais um dia se ir. Sorriam alegres ao enxergar a lua cheia, e se esbaldavam de sorrisos ao ver aquela imensidão, acima delas, cheia de brilho.
   Contavam e recontavam as estrelas. Comentavam como seria bom o queijo feito na lua. Se imaginavam indo embora com o sol. Sonhavam morar no céu.
   Naquela noite foi diferente. Quatro crianças desceram o penhasco, outras três as viram ir embora nas nuvens. Foi uma despedida sublime, com direito a sorrisos e lágrimas de alegria.
   E assim, duas das três crianças, que haviam permanecido á beira do penhasco, voltaram para fazer a alegria de um pai desamparado. A outra voltou com muito entusiasmo, para contar a sua mãe que já não enxergava, sobre a maior beleza que já presenciara.
   A criança falou sobre o céu.

por: el costa
desafiado por: el costa

14 comentários:

  1. Tantas casas, tantas ruas, tantas crianças... E cada uma com a sua singularidade. Uma delícia de texto.

    PS: Voltei pra ficar. ;)

    Beijos,
    Nina & Suas Letras

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. que bom que se deliciou :O - vindo de uma profissional, fico bem satisfeito!

      volta mesmo, com tudo!

      Excluir
  2. Incrível, Gabryel! Uma pena que as situações sejam tão similares à realidade. Bela reflexão.

    Beijo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. realmente, foram baseadas em muitas histórias reais que conheci!

      beijo.

      Excluir
  3. Oi, Gabryel! Adorei o seu texto! Achei ele muito lindo, triste e de arrepiar! É de partir o coração saber que muitas das situações citadas seu texto existem de verdade, né? :/

    Abraço

    http://tonylucasblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. pois é, tony! muitas são reais, na verdade, todas! :(

      abraço.

      Excluir
  4. OMG fiquei arrepiada! Ótimo texto, incrível mesmo!
    Beijo!
    http://booksmanybooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Eu disse que seria super humilhado nesse negócio :p
    Adorei !!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. claro que não está sendo humilhado! está sendo uma ótima experiência.
      feliz!

      Excluir
  6. Oi Gabryel. Uau. Lindo texto, mas é muito triste saber que histórias assim acontecem e como vi nos seus comentários, literalmente acontecem mesmo. Isso é muito triste.
    Mas você foi muito bem no desafio né? Parabéns!
    Beijooos
    http://profissao-escritor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. acredito que não fui tão ruim, mas também não fui tudo aquilo que tentei ser. rsrs

      mas sim! essas histórias são verídicas, infelizmente!
      beijos!

      Excluir

- respondo a todos os comentários;
- deixe seu link, afinal, curto muito visitar outros blogs e ler postagens;
- comentários de anônimos só serão aprovados mediante identificação;
- á primeira menção de grosseria, aguente as consequências.

____________________________________________________________________El Costa

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...